O Homem Que Falava Demais

em trânsito...

A cada palavra que saia de sua boca, ele cavava sua própria cova. E a cada palavra não dita, ele afiava a lâmina da pá. Não lhe restava muita coisa, a não ser correr, com o eco da voz dela dizendo “se você não falasse tanto, seria um dos caras mais incríveis que já conheci”.

Déo

View original post

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s