Alagoanos na Academia Brasileira de Letras: cais Quais d’Orsay FORAM, Por Que mereceram de e cais Quais d’Orsay FORAM injustiçados

culturaeviagem

Quantos alagoanos já fizeram parte da Academia Brasileira de Letras?

Até a presente data, foram 5: Guimarães Passos, Goulart de Andrade, Aurélio Buarque de Holanda, Pontes de Miranda e Lêdo Ivo.

Esta lista poderia ser maior: há, pelo menos, dois alagoanos que poderiam fazer parte desta lista. Estou falando de Graciliano Ramos, um dos maiores escritores da língua portuguesa, e de Jorge de Lima, grande escritor, que se destacou principalmente na poesia.

Graciliano Ramos foi presidente da Associação Brasileira de Escritores em 1945, mas não chegou a ser escolhido imortal. A ausência de Graciliano Ramos na ABL é sentida por muitos, como se vê abaixo:

http://literatortura.com/2013/04/conheca-5-grandes-escritores-brasileiros-que-nao-fizeram-parte-da-academia-brasileira-de-letras/

Por sua vez, quanto à ausência de Jorge de Lima: “Entre 1937 e 1945 teve sua candidatura à Academia Brasileira de Letras recusada por seis vezes. Para Ivan Junqueira, a Academia cometeu uma imperdoável injustiça com o autor, cujo trabalho literário foi excepcionalmente…

View original post 4,938 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s